Chegámos a um número mágico: 50.000 visualizações!



Quando a pesca e a água salgada nos entram nas veias, quando a beleza de um nascer do sol nos toca os olhos, o nosso corpo passa a conhecer um mundo diferente, do qual não queremos sair.
Podemos passar anos e anos longe, sem possibilidades de pescar, mas o bichinho está connosco, e não sai. O mar chama por nós. A sua calma, o seu silêncio, as suas ondas revoltas, os seus ventos.
Faz-nos falta a sua imprevisibilidade, os seus riscos, as suas alegrias. Muito mais do que os seus peixes. Sem peixes, o mar já é algo de muito bom. Os peixes são meros figurantes de um filme que é mais profundo, que nos arrebata, que nos envolve com o cheiro da sua brisa marinha suave. No fundo, que nos atrai de uma forma inexplicável.

Chegar às 50.000 visualizações é apenas um passo mais no sentido de chegar ao mar. Chegar perto e ver tudo de novo, de olhos bem abertos.
Levar um borrifo de água salgada, falhar um toque de um peixe maroto, sentir no coração a rotura de uma linha de nylon, tudo faz parte deste jogo interminável.

Este blog, de publicação diária, traz-nos o mar mais perto. Falamos de mar, do seu azul, dos seus ventos, das suas correntes. Por isso temos este tremendo sucesso!

Obrigado a todos por nos acompanharem neste passo a passo diário de pequenos textos…marinhos.



Vítor Ganchinho



Comentários

  1. Vitor
    Muito obrigado por partilharem estas estorias e conhecimentos muitos interssantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Carlos Vamos continuar a escrever. Por tudo. Porque há pessoas que encontram aqui alguma informação útil, porque este espaço pretende ser um espaço de partilha de conhecimento não restrito aos habituais modelos Facebook, ( uma foto e uma frase curta) e porque no meio de muitos artigos que podem não agradar tanto, haverá algum que traz algo de novo. Eu não tenho conta Facebook, já tive e mandei apagar, porque o meu estilo não é esse, em definitivo. Bem sei que nos dias que correm, a mensagem tem de ser rápida, com impacto, e curta o suficiente para que as pessoas aceitem ler. Pois eu escrevo para todos os outros, para aqueles que ainda são capazes de ler um livro inteiro. Razões de ordem cultural impedem-me de entrar nesta onda de saber imediatista, em que tudo se resume a uma frase. Não é para mim.
      Vão poder continuar a contar comigo, a transmitir algo daquilo que sei, a minha experiência de 51 anos de pescador, a minha opinião sobre este ou aquele tema. E não passa disso, da minha opinião. São cinco minutos de leitura sobre pesca, sobre equipamentos, no fundo, sobre mar.
      Estou disponível, dentro dos meus modestos recursos, para ajudar, para aconselhar, para evitar erros a alguém que começa agora neste fascinante mundo que é a pesca à linha. Há espaço para todos!

      Vamos continuar a ter os nossos 5 minutos de leitura diária sobre pesca!


      Abraço
      Vitor

      Eliminar
  2. Deparei-me recentemente com este blog e foi uma excelente surpresa!
    Vitor, obrigado pelo seu empenho!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Paulo O intuito é partilhar conhecimentos, é ajudar, é estar do lado construtivo. Muito mais que mostrar uma foto com dezenas de peixes, e uma frase curta, que adianta zero a quem lê, a intenção é a de poder fazer referência a situações passadas comigo, ao longo dos meus 51 anos de pescador. Porque pesco de forma algo intensiva ( sou guia de pesca na empresa GO Fishing Portugal), acabo por ter muitas situações curiosas. Porque faço mergulho em apneia, vou lá abaixo e vejo coisas que outras pessoas nunca conseguirão ver. E partilho.

      A ideia é essa.

      Estou deste lado e se alguém quiser vir ao blog colocar uma questão, pode ter a certeza de que será respondida.


      Abraço
      Vitor

      Eliminar

Publicar um comentário